Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



6 de dez de 2010

Drew Darcy




SONETO 258 DESFRUTADO


Viúvas são mulheres sem caroço,
maduras, descascadas, já servidas,
prontinhas para serem deglutidas
na farta sobremesa dum almoço.

Exímias cozinheiras, nada insosso
lhes passa pela mão de tantas lidas.
São ótimas nas ótimas comidas,
e pegam no pesado, do mais grosso.

As uvas estão verdes, mas as pêras,
maçãs, bananas, mangas e laranjas,
no ponto, já transbordam das fruteiras.

Portanto, ninfetinha, tu que esbanjas
teu jovem charme, nem de longe queiras
chegar aos pés de quem me faz as canjas!

Glauco Mattoso