Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



20 de jun de 2010

Ray Caesar



DESEJOS DE BEIJOS


Beijos são sempre desejados
sejam castos ou apaixonados...
Beijos de tantas cores,
lábios de mil sabores,
a selar nossos desejos
e estimular nossos amores...
Beijos ocultos, trocados
entre amantes apaixonados,
são beijos dos mais ardentes,
são melados, molhados,
ardentes e encantados...
E os de sabor amargo,
beijos da saudade, da partida
que nos dão o tom da dor,
do lado salobre da vida...
Beijos suaves e puros,
trocados na tenra idade,
selinhos selando carinhos...
São beijos de algodão doce,
hum...gosto de felicidade...
Beijo de pecado,
que acolhe, que trai
que o amor celebra,
ou explode na paixão...
Beijo pode ser sagrado
ao amo9r consagrado,
pode ser profano,
de desejo, pecado,
pode ser de perdão,
fé, amor  e paixão,
com desejos da alma
com desejo da carne...
E num momento de eternidade,
vem o beijo-da-morte, frio...
E num momento de felicidade,
o beijo-da-vida, tendo da vida o calor...
Beijo que te quero, fruto do amor...


Marcial Salaverry