Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



23 de jun de 2010

Bryce Cameron Liston




Não quero o mundo tal como eu desejo:
Se eu ouço um grito eu sonho um mundo negro
E vou tramando horrores em segredo,
A dor excita a minha alma impura.
Na intimidade sei: sou obsessiva:
Meu coração me diz: sê compassiva
Mas só na lágrima é que fico viva,
Desesperada por novas torturas
Na intimidade sei que sou maldita:
Me dá prazer ver toda carne aflita,
Correr o sangue pela pele nua.
Minha bondade é pura hipocrisia:
A dor preenche, o amor me faz vazia.
Dou ao diabo o deus que me fez crua.


Patrícia Clemente