Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



26 de mai de 2010

Karol Bak



Sono Maculado


Numa noite fria, escura,
Sem estrelas, sem Lua,
E eu aqui a te esperar
Toda nua!

O silêncio impuro,
De um desejo louco
Leva-me a um sono profano.



       Paty Padilha