Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



1 de mai de 2010

José Roosevelt/Juan Alberto





Quando eu estiver contigo novamente,
perguntarei se pensas em mim
para ter certeza de que é por isso
que eu não me pertenço mais!
E, quando eu tiver
tua boca em minha boca
provarei do veneno embriagante
que trará a loucura.
Morrerei de êxtases,
saboreando o gosto do teu beijo!


A tua boca úmida aguça os meus sentidos!...

Cassandra Rios