Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



7 de abr de 2010

Ilse Kleyn



Chocolates

Ela é mais que isso

em tempos de Páscoa

creio estar longe do pecado em pensar que nela

encontro uma pele macia de chocolate branco

em sua boca carnuda e grande um chocolate de leite

sua testa é alva

e o chocolate colorido é o gosto que ela tem

quando deita em mim sinto o chocolate em cobertura

e quando nos estranhamos sinto o beijo do chocolate amargo

depois minhas lágrimas caem como chocolate em pó

e quando meio-amargo nos amamos debaixo do chuveiro

até que sua pele novamente fique branca, tal como o chocolate de outrora.



Lúcio Alves de Barros