Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



6 de dez de 2009

Jack Vettriano

 

Dança


Procuro-te
em chamas
luxúria
calmaria
bruxuleante em sombras.


Te quero ardente
fugidio
inteiro
sem pena
de mim.


Viaja
me leva
(me tens)
Valsa comigo
Rouba-me de mim.


Em sonhos
me encontras
neste quarto.
Nos lábios
te quero
risonho
sem porto
só maresia.


Deita-me em teu colo
macio,
ardiloso,
faz-me lua,
em brincadeiras sem fim.


Almas em colisão
cheiro e suor misturados.
Tua beleza espelhada
na aurora de nossos tempos
surpresa de ti.


Ana Paula Perissé