Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



18 de dez de 2009

Andrew Atroshenko





Entrega Devassa



Movo-me repetidas vezes
No teu corpo ardente.
O desejo me domina
Engulo-te
Com as mãos,
Com a boca,
Com meu sexo quente.
Passo silenciosamente,
No teu prazer
Nessa entrega devassa.



Paty Padilha