Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



27 de nov de 2009

Cohen Fusé



Surpreenda-me

Com o teu meigo olhar de desejo
Com o teu sorriso envolvente

Com os teus lábios macios
E beijos molhados

Surpreenda-me
Com a tua voz rouca sussurrando
ao meus ouvidos
que estás a me amar
Com os teus braços que me estreitam
E abraços que me aquecem

Surpreenda-me
Com o teu jeito enlouquecido
Estonteante de me querer
E me fazer mais uma vez vencida.

Com este teu jeito
De me amar que fascina
Então, me rendo
Não resisto

E não te surpreendas
Como meu jeito
De te amar como quiser
E por inteiro.

Silvia Costa