Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



30 de dez de 2011

Valeria Corvino




Bundas

Há bundas que nos inspiram
A simples naturalidade
  de sentar.
                              Ou do excremento.
Apenas. Ou tão só.

Há bundas que nos dominam
No simples ato de excitar
                                 de longe.
                                 Ou no detalhe.
Apenas. Ou tão só.

O desejo é animal
O homem é animal
Mas animal é natureza


Roberto Queiroz