Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



28 de ago de 2010

Drew Darcy





Remoer do Eros


O carinho é tanto por ela que chega a doer
Poesias penso em discorrer
Quando a vejo, o coração chega a remoer
Sua presença balança minha alma e penso em morrer.

No tocar de sua pele desejo escrever
Ao lhe dar as mãos sinto prazer
Juntos na cama não enxergo nada só você
O seu toque em meu rosto me faz amolecer.

Tão leve e suavemente iniciamos um delicioso remexer
Dois corpos se tornam um e começam a estremecer
Finalmente, nosso gozo chega a florescer
Nos seios dela desejo eternamente esconder.

Mas a vida começa a aborrecer
Tão lindo e levemente vem o amanhecer
Sem conter a chuva que cai, sou obrigado a me conter
A conviver e não corresponder o que sinto corroer.

Diante do espelho sujo desejo desaparecer
Não consigo pensar na impossibilidade de perder
Cansado e desiludido começo a esquecer
Nesta vida receio enlouquecer e meus belos sentimentos remoer.


Lúcio Alves de Barros