Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



1 de jul de 2010

Avtandil Makharoblidze




"Emoções tenebrosas?!”


“- Nosso delicioso e tenebroso temporal...
- Desde o começo até nosso gozo final...”
Você sabe como mexer comigo na moral...
Transtornando e me excitando até o final!

Mas não desvendou ainda meu sonho fantasia...
Algo diferente e com muito desejo e magia...
Fazer amor sem medo, sem frescura...
Seu corpo de formas diferentes sem censura...

Jogar e admirar você sobre meu leito...
Deitando seu corpo sobre o meu peito...
Tirando peça por peça e vendo seus defeitos...
Apalpando sua nudez de todos os jeitos!

Pele na pele, sentindo suas curvas a tremer...
Carinhosamente e calmamente invadir seu prazer...
Sussurrar palavras e gestos em seu ouvido e dizer...
Quero possuir você até alvorecer!



EDUARDO_DUDA_POETA_ENCANTADOR