Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



1 de jul de 2010

Avtandil Makharoblidze




"Entre Prados e Planícies..."



Ligar a sintonia... Ah... Meu amor...
Olhar de um sorriso em flor!
Pedindo para seguir teus caminhos!
Mexendo com meus carinhos!

Unindo com fervor... Ah... Meu amor...
Leva-me já para teus braços...
Pois com muito ardor...
Te cobrirei de louvor!

Caberei... Entre beijos e abraços...
"Bolinarei" todos os teus traços...
Ah... Meu amor!

Ignoras! Estas na imensidão dos céus com teu valor...
És meu poente adorado...
Mesmo na noite sinto teu calor desvairado!

Ah! Que saudades da tua beleza alada!
Que descubro no olor da natureza!
Com um sabor de pura realeza!


Eduardo_Duda_Poeta_Encantador