Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



1 de jun de 2010

Widyantara




Hoje quero deixar minha tatuagem de fora
Meus cabelos se espalharem como chamas
Apagar as luzes na sala de cinema
Beijar tua boca com sabor de menta
Vestir minhas botas de salto agulha
Usar meus vestido preto na pele nua
Tomar um vinho seco
Acender velas e incensos
Ser cristalina como água num copo de cristal
Bailar nos teus braços
Sentir a dormência que se espalha pelo corpo
Deixar dúvidas e incertezas
Apenas amar-te lentamente
Envolver-me com teu Eu
Fundir minha alma com a tua


Myriam Valentina