Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



20 de jun de 2010

Ray Caesar



FIQUEI MUDO


Fiquei petrificado,
fascinado...
Fiquei mudo,
ante teu corpo desnudo...
Sem palavras fiquei...
Palavras... para que?
Fala-se com as mãos,
percorrendo os corpos,
aquecendo os corações...
Fala-se com beijos,
acendendo os desejos...
Fala-se com suspiros
e suaves gemidos de prazer...
Fala-se com os movimentos
suaves dos corpos...
enlaçando-se...
penetrando-se...
amando-se..
Fiquei mudo,
ante teu corpo desnudo...
Falei com a linguagem
muda do amor...


                                Marcial Salaverry