Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



21 de abr de 2010

Hamish Blakely



POR QUÊ DEUS É AMOR, JACK?


Porque eu me deito
sobre este leito,
Porque eu choro
numa sala sepultada
Porque meu coração
naufraga
Por causa dessa
minha graça
de pança e seus
suaves suspiros -
conhecido
soluçar de meu seio
serenado pelo
toque -
Porque eu me assusto -
Porque ergo a minha
voz e canto
ao meu eu amado -
Porque vos amo sim
meu querido,
meu outro, minha
noiva viva
meu amigo, amo antigo
de suaves olhos -
Porque pertenço ao
Poder da vida e não
posso fazer nada
senão ceder à
sensação de ser um
Perdido
Correndo ainda atrás da
excitação - gozo
delicioso do
coração abdômen quadris
e coxas
Sem recusar meus
38a. 65kg de cabeça
tronco e membros
Nem nenhumazinha de minhas
unhas Whitmaníacas
Nem banir meus cabelos
pro inferno eterno,
Porque sob este manto mecânico
Confesso meu desejo inconfessável.


Allen Ginsberg