Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



2 de mar de 2010

Oxana Yambykh

 


Selva de amor


Quero que venhas simplesmente
com teu instinto de homem,
mas deixa meus pensamentos loucos
governar este dia.
Vem somente com teu desejo e paixão,
para nesta hora de lascívia
te entregar
aos meus caprichos de amor.

Vem com a velocidade do tigre
que alcança sua presa,
mas com a maciez de um coelho,
deita comigo,
para ser envolvido,
como a rosa envolve a abelha.

Enquanto as luzes do dia se vão,
vem ser a luz que atordoa a mariposa,
mas vem amar-me devagarinho,
com a pressa de uma preguiça.
E assim ébrio de amor,
vem sentir o prazer do urso que lambe o mel,
deitado no céu.


Rosa Clement