Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



14 de mar de 2010

Andrzej Malinowski




"Virgindade, virgindade me deixas, aonde vais?
Não voltarei mais para ti, nunca mais.
Tu é a flor purpúrea, que meus braços rudes,
pisam no abraço e aqui deitam, enquanto lá fora
a brilhante aurora de beijos, carícias e humores
e morte, venham para mim, porque tanto te desejei..."


Safo