Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



2 de fev de 2010

Brita Seifert

 

IMITAÇÃO DE RILKE


Alguém que me espia do fundo da noite
Com olhos imóveis na noite
Me quer.

Alguém que e espia do fundo da noite
 (Mulher que me ama, perdida na noite?)
Me chama.

Alguém que me espia do fundo da noite
 (És tu, Poesia, velando na noite?)
Me quer.

Alguém que me espia do fundo da noite
 (Também chega a morte dos ermos da noite…)
Quem é?


Vinicius de Moraes