Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa



14 de jan de 2010

Clovis Trouille




" Desejo Oriental "

    
Quero que sejas assim, sempre nova,
sempre diferente,
lírica e sensual
pecadora e inocente,
- imagem pura do bem,
visão estranha do mal,
- nas "mil e uma noites" do meu desejo
oriental...

Terás então o meu amor
se isto conseguires...
- que o meu desejo é assim: volúvel, multicor,
como o arco-íris...

  J. G . de Araujo Jorge